Patagões

Alunos: Ciro, João, Matheus Diniz, Yan.
Turma: EMITAI 2015.
Patagões

Esse povo nômade ocupava a região sul da Patagônia porém desapareceu como etnia no século XX, porém atualmente pode-se notar características desses povos nos gaúchos que hoje vivem nessa região.
Eles eram animistas, e costumavam habitar grutas, tendas e cerritos. Para se alimentar, pescavam e costumavam percorrer grandes distâncias para caçar animais, seus instrumentos utilizados eram arcos, flechas, lanças e boleadores. Suas roupas eram feitas de couros e peles dos animais caçados. O idioma utilizado por eles era o tehuelche.
Relatos contam que quando os europeus ao passarem pela América do Sul, a caminho de sua circum-navegação mundial em 1520, avistaram um gigantesco homem dançando próximo ao porto, fizeram contato de forma pacífica e afirmaram que ele teria cerca de 9 pés metros de altura, o equivalente a 2,74 metros. O índio ao entrar em contato com os europeus apontou diretamente para cima, dando de se entende que ele acreditava que eles eram de origem divina, ou seja um estranhamento tanto para os índios quanto para os europeus. Eles nunca foram catequisados.
O nome Patagões significa pés grande, isso porque ao virem as gigantescas pegadas na neve feitas por esse povo se impressionaram tanto que o nomearam dessa forma.
Tiveram três grandes períodos nos quais se destacou, as grandes ferramentas de pedra, os projéteis e no mais tardar grandes ferramentas de pedra complexas. Hoje em dia existe cerca de 6 mil charruas no Rio Grande do Sul.
A cultura deles era bem diversificada, porém se perdeu muitas desses aspectos com o tempo, e hoje essas informações são bem escassas. Quando uma mulher ficava viuva, ela mesma, cortava as próprias falanges, ou seja, os seus dedos. Os shamans eram "médicos" mágicos que tinham grande poder medicinal, inclusive eram eles quem preparavam o funeral, onde descarnavam a pessoa e sepultavam o corpo.
Tinham em média dois metros de altura, eram um povo caçador, mas a sua maneira, agricola, seu território original era "embaixo" do Rio Grande do Sul.

Referências:
http://lobodaestepe.com/2008/02/05/10/
http://awasipatagonia.com/pr/patagonia/povos-ancestrais
http://pt.slideshare.net/professorfabio/povos-pr-colombianos-fabio
https://pt.wikipedia.org/wiki/Tehuelches
http://www.cluny.com.br/?page_id=6599

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License