Melissa
100_2445.JPG

Nome científico: Melissa officinalis
Nomes populares: Melissa, Erva-cidreira e Cidreira.
Família: Lamiaceae.

Melissa, também conhecida como erva-cidreira é uma planta medicinal muito usada em chás, pomadas e até mesmo em vinhos.
A folha é a parte usada para chás e outros produtos.

Percebemos que a Melissa é bem parecida com hortelã no formato de suas folhas. A principal diferença entre as duas, é a cor e o tamanho de suas folhas. As folhas de Melissa são maiores e mais claras que a do hortelã.
Seu aroma é muito parecido com o limão. Talvez seja pelo fato deles possuírem uma substância em comum, o “citrus”.
Tal aroma também é causador de várias confusões. Existem atualmente, 3 plantas que são chamadas popularmente de “Erva Cidreira”: A Melissa, o Capim-limão e a Lípia. A explicação para isso seria o seu cheiro. Todas as plantas comentadas possuem o mesmo odor, o que gera certa confusão na hora de distinguir a espécie. Por isso precisamos lembrar que a Melissa possui folhas maiores (mas não maiores que a da Lípia), enrugadas e um pouco mais claras que as demais.
No preparo de chás e outros produtos, a folha da Melissa é a parte principal da planta a ser usada.
O nome Melissa vem do grego “Mélissa”, que significa “Abelha”.

Origem e principais características

A planta é nativa da Eurásia, mais especificamente do Mediterrâneo. Hoje é cultivada na Europa e na Américas. É uma planta fácil de ser cultivada, sendo possível cultivar em vasos. As folhas precisam ser colhidas no verão. Para o chá, é necessário colher antes da época de floração.
Preparações

A partir da Melissa é feito principalmente um chá e uma pomada. Mas também são feitos creme, loções, remédios (xaropes e comprimidos), tintas e também é usada na fabricação de alguns vinhos.
Benefícios

O chá de Melissa possui vários benefícios. Diminuição de estresse e de insônia são os principais. Mas é também conhecida por ajudar nos problemas digestivos, e por possuir poder sedativo.
Ajuda na diminuição da azia e no combate a náuseas, cólicas menstruais e pode ser utilizada para prevenção de doenças cardio-vasculares.
As pomadas também são bem importantes, sendo bastante usadas em feridas, principalmente em herpes labial. As pomadas são também usadas para picadas de insetos.
Todos esses benefícios são comprovados medicinalmente, tanto que existem medicamentos para tratamento de insônia.
Alguns ainda dizem que bochechos com o chá de melissa ajuda nas dores de dente, o que faz sentido, já que o chá serve como calmante.
Dados todos esses benefícios, o uso da Melissa é recomendado para pessoas que sofrem de:

  • Ansiedade.
  • Nervosismo.
  • Estresse.
  • Azia.
  • Problemas digestivos.
  • Insônia.
  • Problemas cardiovasculares.

Compostos e seus usos

  • Flavonoides: altamente pesquisado na indústria farmacêutica, usado principalmente no tratamento de problemas cardíacos e do câncer.
  • Tanino: usado em antídotos para algumas intoxicações. Tem grande poder antioxidante.
  • Ácido Cafeico: também possui poder antioxidante.
  • Compostos fenólicos: combatem as feridas e picadas de insetos.
  • Ácido Rosmarínico: tratamento da herpes labial
  • Triterpenos.

Produtos Farmacêuticos

O principal produto farmacêutico é um remédio composto por Álcool Etílico, Água purificada e essência de Melissa. Não é recomendado o uso para pessoas que sofram de hiper sensibilidade desses produtos. Também não é recomendado o uso em crianças menores de 12 anos.
Vale lembrar que o medicamento é Homeopático, ou seja, ele pode ser consumido sem riscos à saúde, já que é preparado em pequenas doses. Mas vale lembrar, que é recomendado consultar um médico, de preferência um profissional homeopata.
O remédio é muito usado por pessoas que necessitam de algum tipo de fortalecimento físico, mental e emocional ou precisam melhorar sua energia vital.

Produto Farmacêutico feito da Melissa.

Como fazer o chá?

Para fazer o chá medicinal de Melissa você vai precisar de água quente e da folha da planta.

Primeiramente coloque a quantidade de água que você deseja. Se o chá é apenas para uma pessoa, 300ml é o suficiente.

Deixe Ferver.

20150815_194443.jpg

Autoria

  • Leonardo Leite.
  • Matheus Diniz.
  • Ruan Becker.

Referências

SILVIA KALVON. Ervas cidreiras: Você sabe a diferença?. Disponível em http://www.vidafloral.com.br/blog/2010/ervas-cidreiras-voce-sabe-a-diferenca-artigo-da-revista-bons-fluidos/ Acessado em: 15/08/2015.
CRIA SAUDE. Melissa. Disponível em http://www.criasaude.com.br/N2175/fitoterapia/melissa.html Acessado em: 09/08/2015.
STEFANIE MOURET. Chá de Melissa e seus benefícios relaxantes. Disponível em http://chabeneficios.com.br/cha-de-melissa-beneficios-e-propriedades Acessado em 15/08/2015.
SIGNIFICADOS. Significado de flavonóide. Disponível em http://www.significados.com.br/flavonoides/. Acessado em: 15/08/2015.
JOÃO RODRIGUES. Ácido Cafeico - Molécula da Semana. Disponível em http://www.fciencias.com/2013/03/14/molecula-da-semana-acido-cafeico/. Acessado em: 15/08/2015.

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License