islamismo EMITST2016 A

Islamismo

simbolos-religiosos-3_xl.jpeg

A religião

o Islamismo é uma religião monoteísta, que é fundamentada nos ensinamentos de Mohammed, chamado pelos ocidentais de Maomé. Assim com algumas religiões cristãs, o Islamismo também prega a crença no dia do juízo final, com sua divisão entre os justos, que vão para o paraíso, e os maus, que queimaram no fogo do inferno.
A palavra islã significa submeter-se e expressa a obediência as leis e aos mandamentos de Alá. Atualmente, o islamismo é a religião que mais se expande no mundo, presente já em mais de 80 países, já é a segunda maior religião do mundo.Seus seguidores já ultrapassam a casa dos 1.2 bilhões, com grande parte de seus discípulos localizada nos países árabes do Oriente Médio e do Norte da África.
Maomé nasceu em Meca, no ano 570 d. C. Ele começou sua pregação aos 40 anos, na região atualmente conhecida como Arábia Saudita. De acordo com a tradição, o anjo Gabriel lhe mostrou a existência de um só Deus.
Os muçulmanos formam basicamente dois blocos maiores –Sunitas e Xiitas. Os primeiros subdividem-se em Hanafitas, Malequitas, Chafeitas e Hambanitas. Eles são herdeiros da tradição de Maomé, que teve continuidade nas mãos de seu tio All-Abbas. Já os Xiitas são discípulos de Ali, marido de Fátima, filha do Profeta; consideram-se os sucessores espirituais de Maomé.

Fontes de orientação

O livro sagrado do islamismo é o alcorão, seus preceitos são considerados verdades absolutas, e este é composto por 114 suras (capítulos). Outra fonte de estudos e orientação são os princípios que partem dos ditos e feitos do Profeta, dos ahadith, contidos na Suna.

suna.jpg

Curiosidades
Os fiéis do Islamismo tem como obrigações:
Orar cinco vezes ao dia, voltados para a cidade de Meca;
Não exercer a adoração a imagens;
Visitar Meca pelo menos uma vez na vida.
Meca e Medina são consideradas cidades sagradas para os muçulmanos, pois em Meca Maomé nasceu, e em Medina o profeta edificou sua primeira mesquita.
Os muçulmanos realizam suas cerimônias religiosas dentro de templos chamados de mesquitas.

Salvo indicação em contrário, o conteúdo desta página é licenciado sob Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License