Islamismo EMITST2016
64e91-celebrandooramadc3a3%281%29.jpg

Origem

Islamismo é uma religião monoteísta, onde acredita-se no Deus Alá, fundada pelo profeta Maomé (Mohammed), que em um de seus retiros espirituais disse ter recebido a palavra divina através do anjo Gabriel, que revelou-lhe a existência de um único Deus (Alá), criador do mundo. Para atingir o paraíso os homens deveriam amar a esse Deus com sinceridade absoluta, a ele dirigir suas preces diárias e praticar caridade por toda a sua vida. A religião tem como principal cidade religiosa, a cidade de Meca. Possuem como guia para seus fiéis, o livro sagrado, o Alcorão. Hoje possuem aproximadamente 1,5 milhões de fiéis no Brasil, com 50 a 80 mesquitas espalhados pelo país, e no mundo existem cerca de 1,3 bilhões de adeptos, tornado-se a segunda maior religião do mundo.

Os cinco pilares islâmicos

1- Fé (Sahada): Aceitar a profissão de fé "Não há mais Deus que Alá e Maomé é o enviado de Alá" (credo repetido várias vezes pelos islâmicos).
2- Oração (Salat): Realizar as orações diárias a Deus olhando para Meca.
3- Caridade (Zak): Fazer obras de caridade e esmola.
4- Jejum (Swan): Jejum durante o Ramadã (mês anual de jejum, entre o nascer e o pôr do sol só tomam água).
5- Peregrinação (Hajj): Peregrinar à Meca (Arábia Saudita), ao menos uma vez na vida.

Livro sagrado

Alcorão significa "recitação" ou "leitura". Não se trata de um relato religioso, todos os ensinamentos contidos no Alcorão têm força de lei. Versa sobre os atributos de Deus, os crentes e suas virtudes e até temas de ciência. O livro tem 114 capítulos ou surahs (suratas) e 6236 ayats (versos).

Principais rituais

  • O nascimento de uma criança na religião islâmica é celebrado como a vinda de uma alma mandada por Alá.
  • A circuncisão é uma maneira de aproximar um humano do Deus Alá.
  • No casamento é permitido que o homem tenha até quatro esposas, no caso da mulher, seus pais tem o direito de escolher o marido.
  • Na morte de um islâmico, seu corpo é envolto pelo Ihram ( manto branco ) e levado para a mesquita, preocupam-se em manter o respeito pelo morto, levando-o quanto antes para seu enterro, em um túmulo simples e coberto com pouca terra.

Curiosidades

  • Islâmico e muçulmano são sinônimos usados para se referir aos seguidores do Islamismo e árabe é uma etnia de um povo que habita principalmente o Oriente Médio.
  • O Alcorão trás que Alá criou o céu e a terra em seis dias. O primeiro homem a ser criado foi Adão, a partir deste que a raça humana cresceu e se multiplicou.

Sobre a imagem

A imagem faz referência ao Ramadã, o qual não é comemorado na mesma data todos os anos, sua duração vai de 29 a 30 dias. O povo muçulmano coloca em prática um ritual de jejum, que é um período de renovação da fé de seus adeptos. O Ramadã é obrigatório para os muçulmanos que atingem a puberdade, excluindo-se da obrigatoriedade pessoas com doença incurável, idosos, grávidas ou pessoas com alguma enfermidade que as impeça de jejuar. No caso do ritual ser quebrado, comendo, bebendo e tendo relações sexuais neste período, o Ramadã é considerado nulo e torna-se obrigado a jejuar por 60 dias, sem manter relações sexuais não podendo nem mesmo pensar em tais atos, devendo manter sua mente focada em Alá e em suas orações.

Referências

Redação Super. Corão ou Alcorão. 2001. Disponível em: <http://super.abril.com.br/comportamento/corao-ou-alcorao>. Acesso em 19 mai. 2016.
EENI - Escola de Negócios. Os cinco pilares do Islã. Disponível em: <http://pt.reingex.com/Islam-Pilares.shtml>. Acesso em 19 mai. 2016.
IBRAHIM, Abu. Islamic Symbols. 2009. Disponível em <http://islamiclearningmaterials.com/islamic-symbols/>. Apud, Símbolos do Islamismo. 2014. Disponível em: <http://iqaraislam.com/conheca-o-islam/simbolos-do-islamismo/>. Acesso em 19 mai. 2016.
SANTIAGO, Emerson. Alcorão. Disponível em: <http://www.infoescola.com/islamismo/alcorao/>. Acesso em 19 mai. 2016.
FRANCISCO, Wagner De Cerqueira E. Islamismo. Disponível em: <http://brasilescola.uol.com.br/religiao/islamismo.htm>. Acesso em 19 mai. 2016.
Sociedade Beneficente Muçulmana. Islã no Brasil. 2012. Disponível em: <http://www.mesquitabrasil.com.br/isla_brasil.php>. Acesso em: 19 mai. 2016.
ARAÚJO, Felipe. Ramadã. Disponível em: <http://www.infoescola.com/islamismo/ramada/> .Acesso em: 19 mai. 2016.

Autoria do verbete

Adernei Marcos Coelho da Silva
Anaiele dos Santos
Carlos Eduardo Ribeiro
Luísa Beatriz Gresele

Turma EMITST 2016

Salvo indicação em contrário, o conteúdo desta página é licenciado sob Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License