Hinduísmo I
om6.jpg

O Hinduísmo é uma religião que surgiu da união dos arianos com os primitivos do vale do rio Indo, na Índia, aproximadamente em 1500 a.C. Originou- se das lendas populares, da reflexão de filósofos e de ensinamentos de distintos textos sagrados. No início, o estudo limitava- se aos Vêdas (textos sagrados hindus), sendo o Vedismo. Com o surgimento das castas, o Vedismo passou a ser exercido pelos brâmanes (sacerdotes), e passou a ser chamado de Brahmanismo ou Brahmanismo Vêdico. Depois, se tornou o atual Hinduísmo.
O Hinduísmo não é fundamentado em nenhum livro em particular, nem em um único profeta ou mestre. Ensina o ideal de libertação para todos, através do princípio eterno, que equilibra o Universo e as manifestações da vida e que há por detrás do que é breve.
O Universo surgiu com a respiração de Brahman, que cria e destrói com os movimentos de expiração e inspiração. Essa explicação sobre a origem do mundo e do ser humano originou- se da Teogonia Védica do Hinduísmo.
Os Vêdas são os livros sagrados. São quatro obras, no idioma vêdico. Inicialmente, os Vêdas eram transmitidos oralmente.

Símbolos sagrados

  • Om: É o símbolo sagrado mais relevante do Hinduísmo. É integrado por três letras sânscritas (língua clássica da Índia Antiga), que fazer o som “Om”. É formado pela conjugação dos símbolos que equivalem aos cinco elementos da natureza: terra, água, ar, fogo e éter. Representa o Brahman.
  • Suástica: Se assemelha ao símbolo nazista, e simboliza a natureza infinita de Brahman.
  • Flor de lótus: Significa crescimento e pureza espiritual.
  • Trishula: Significa “lança trifurcada”. É tridente, e cada ponta de sua lança tem um significado, sendo as três qualidades da matéria: “a inércia ou a existência”, “o movimento ou o firmamento”, “o equilíbrio ou as trevas”. É a arma que Shiva utiliza para dizimar a ignorância das pessoas.
  • Yantra: É um diagrama geométrico, semelhante a uma mandala, usado como instrumento de visão do oculto, que representa o Universo. Geralmente tem um mantra registrado.

Divindades

O Hinduísmo é uma religião politeísta, ou seja, há crença em vários deuses. Os principais deuses são:

  • BRAHMA: É o principal deus do Hinduímo, e o primeiro deus da trindade hindu. É o criador.
  • VISHNU: É o segundo deus da trindade hindu, o conservador da criação.
  • SHIVA: É o terceiro deus da trindade hindu, o destruidor, que destrói para renovar.
  • AGNI: É o deus do fogo, e protege todos que o invocam.
  • GANESHA: É o deus da sabedoria, e afasta todos os obstáculos do caminho.
  • SARASWATI: É a esposa de Brahma, a deusa da sabedoria e da música.

Principais Rituais

A maioria dos hinduístas praticam rituais religiosos todos os dias. Costumam conservar um altar de adoração a seus deuses dentro de casa, e frequentam templos. Além dos rituais diários, existem outros.

NASCIMENTO: O bebê hindu é ritualmente lavado e é escrita, com mel, a palavra sagrada “Om” em sua língua.
CASAMENTO: A cerimônia pode durar até doze dias, com festas, danças e rituais. O principal ritual acontece a noite, quando o casal dá sete passos em volta de um fogo sagrado, simbolizando um aspecto do casamento.
MORTE: O corpo é cremado em uma fogueira aberta e os ossos são jogados na água para a purificação e a libertação do espírito.

Os Hinduístas crêem na reencarnação. Nossa alma se liga ao mundo por meio de atitudes, palavras e pensamentos. Quando morremos ocorre a transmigração, e a alma passa para o corpo de um animal ou pessoa. Quando não atingimos a libertação final, passamos por mortes e renascimentos, e só saímos quando atingimos a iluminação.
O Hinduísmo é uma das religiões mais antigas do mundo, possui cerca de 750 milhões de fiéis que em sua maioria vive na Índia. Não tem um fundador, possui crenças e filosofias originárias de distintos povos e culturas.

Sobre a imagem

A imagem representa o símbolo sagrado “Om”, que é considerando como o mais relevante do Hinduísmo. Há uma junção de símbolos (letras sânscritas) que correspondem aos cinco elementos da natureza: terra, água, ar, fogo e éter. Símbolo muito usado em rituais religiosos.

Referências

BARBOSA, Arione. Kromo-ssomos. Disponível em: <http://kromo-ssomos.blogspot.com.br/2010/12/simbolos-importantes-do-hinduismo.html >. Acesso em: 12 jul 2015.
BASTOS, Roberto. Gosto de Ler. Disponível em: <http://www.gostodeler.com.br/materia/18254/A_cria%C3%A7%C3%A3o_do_Un.html >. Acesso em: 12 jul 2015.
BBC. Disponível em : <http://www.bbc.com/portuguese/noticias/2003/030407_religiaohinduismo.shtml>. Acesso em: 12 jul 2015.
Casa do Bruxo. Disponível em: <http://www.casadobruxo.com.br/religa/hinduismo.htm>. Acesso em: 12 jul 2015.
GOMES, Luis. Artes e Saberes do Oriente/ Ocidente. Disponível em: <http://luxmagoici.blogs.sapo.pt/2711.html >. Acesso em: 12 jul 2015.
GTB. Disponível em: <http://manualdoturista.com.br/o-hinduismo/ >. Acesso em: 12 jul 2015.
Hinduísmo. Disponível em: <https://learnabouthindus.wordpress.com/2010/07/15/rituais-e-comemoracoes/ >. Acesso em: 12 jul 2015.
NASCIMENTO, Carolina. Época. Disponível em: <http://revistaepoca.globo.com/Revista/Epoca/0,,EDG65777-5856,00-SAIBA+COMO+A+MORTE+E+VISTA+EM+DIFERENTES+RELIGIOES+E+DOUTRINAS.html>. Acesso em: 12 jul 2015.
Nosso Templo. Disponível em: <http://www.nossotemplo.com.br/hindu_rituais.htm >. Acesso em: 12 jul 2015.
SERAPH. Para além do visível. Disponível em: <http://paraalemdovisivel.blogspot.com.br/2011/10/caracteristicas-do-hinduismo.html>. Acesso em: 12 jul 2015.
Trabalhos Feitos. Disponível em: <http://www.trabalhosfeitos.com/perfil/guibf-62568011/>. Acesso em: 12 jul 2015.
Wikipédia. Disponível em: <https://pt.wikipedia.org/wiki/Vedas>. Acesso em: 12 jul 2015.

Autoria do verbete

Ana Laura Mardula
Flavia Susin
Letícia Gomes

Estudantes da turma EMITST 2015

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License