Hinduísmo EMITAI2016A
templo.jpg

Origem:

O Hinduísmo é uma tradição religiosa que se originou no subcontinente indiano por volta de 1500 a.C Frequentemente é chamado de Sanātana Dharma.
Entre as suas raízes está a religião védica da Idade do Ferro na Índia e, como tal, o Hinduísmo é citado, frequentemente como a "religião mais antiga", ou a "mais antiga das principais tradições existentes"

Características:

Não é baseado em nenhum livro em particular, tampouco em um único mestre ou profeta. No entanto, existem centenas de livros e escrituras para guiar tanto o iniciante quanto e estudioso.
O Hinduísmo fala do princípio eterno, que sustenta todo o Universo e todas as manifestações de vida e que existe por detrás de tudo o que é transitório.
Ensina o ideal de liberação para todos.
Não exclui nenhuma forma de prática religiosa.
Origem do Mundo e do Homem: Os textos antigos mostravam um universo cercado de água. No período dos arianos(homens), a explicação de suas divisões sociais eram encontradas nos Vedas: “Da cabeça do deus primordial saíram os brâmanes (casta dominante), dos braços saíram os guerreiros, das pernas os produtores e dos pés os servos. O mundo, foi formado a partir da organização, por força divina.

Livros Sagrados:

O hinduísmo não possui nenhum livro em particular, mas os Vedas eram um dos livros mais importantes na cultura hindu.
Os vedas são os textos hindus mais antigos. Eles também influenciaram outras religiões como o budismo. Existem quatro tipos de livros vedas:

Rig-Veda: composto por mil e vinte e oito hinos dirigidos à divindade;

Yajur-Veda: Composto por cinco coleções de formulação poética;

Sarna-Veda: Compreende muitas estrofes acompanhadas quase sempre por notações;

Atharva-Veda: composto por trechos cosmogônicos e místicos.

Símbolos:

Nenhuma religião é tão repleta de símbolos como esta antiga religião. E todos os hindus são tocados por este simbolismo durante toda a vida de uma forma ou de outra.

OM: Para os hindus, OM é um dos símbolos mais importantes do Hinduísmo, que ocorre em todas as invocações e orações, para os Deuses tudo começa com ele. Ele é como se fosse a cruz para os cristãos.

Suástica: Este símbolo tem um grande significado religioso para os hindus, ele simboliza a natureza, seus pontos representam a onipresença do Absoluto.

Lótus: É um dos símbolos que mais representa o ensino budista. O padrão de crescimento da Flor de Lótus significa o progresso da nossa alma, desde o começo até o fim.

Trishula: É a arma que Shiva usa em suas ilustrações antigas. Cada ponta de seu tridente tem um significado, sendo relacionadas com as três qualidades da matéria.

Yantra: Este símbolo representa o Universo, ele simboliza o desenvolvimento no Absoluto. Eles normalmente tem um mantra semente inscrito neles.

Deuses Hindus

Os hindus acreditam numa força divina única.
Estas divindades são representadas geralmente com muitos braços e objetos que transportam consigo que o identificam.
Compreendem que as sua divindades feitas de pedra, barro, ferro ou madeira, são apenas símbolos das forças cósmicas que criaram.
Entendem que a soberania destes deuses sobre todos os mortais é total.

Trindade do Hinduísmo (Trimurti)

Brahma: Deus criador do Universo. É o primeiro deus da trindade do hinduísmo.

Shiva: Deus destruidor, que destrói para criar algo novo. É o criador da Ioga. É também conhecido como o deus "transformador".

Vixnu: Deus responsável pela manutenção do Universo.

Outros deuses importantes do Hinduísmo:

Ganesha: Deus que remove os obstáculos e traz as soluções.

Ganga: Deus do rio Ganges, o rio sagrado para os hindus.

Indra: Deus do Céu e do trovão

Kama: Deus hindu do amor

Surya: Deus do Sol.

Hanuman: É o deus macaco na religião hindu. Possuí várias habilidades e poderes especiais.

Yama: Deus da Morte

Bhaga: Deus do casamento e da saúde.

Sarasvati: Deusa do aprendizado e sabedoria.

Laxmi: Deus da fartura, da beleza e generosidade.

Profetas e Personagens importantes

Não apresenta profetas salvadores, nem tabulas de lei, cujo respeito garantir um lugar no paraíso, No Hinduismo, o mesmo deus apresenta os mais diversos aspectos.
Além disso, existem deuses para as diferentes manifestações da natureza, para as doenças, deusas da fertilidade, da sorte, dos rios.

Garuda, o deus-passáro, inimigo das serpentes;

Kanka, aspecto feroz de Shiva;

Rama, encarnação de Vishnu.

Principais Rituais

Nascimento: Quando um Hindu nasce, ele é lavado com o símbolo sagrado “OM”, que por sua vez é escrita com mel em sua língua. Também no nascimento, os pais da criança, escolhem o nome.

Casamento: O casamento Hindu dura em média 12 dias de festas e rituais, o mais tradicional é andar em volta do fogo, dando 7 passos para simbolizar o aspecto de vida á dois.

Morte: Geralmente são cremados em piras, onde o filho mais velho acende o fogo. Depois de sua cremação, seus restos são jogados no rio Ganges que por sua vez, tem a finalidade de purificar e libertar o espirito da pessoa.

Rio Ganges

Varanasi é uma cidade fundada por Shiva, e para os hindus é a mais sagrada de todas. De acordo com a mitologia, a mão esquerda de Sati (esposa de Shiva) caiu na cidade, e isso faz com que milhares de hindus desejem ser cremados nesta cidade, todos os dias chegam corpos de todos os lugares para serem cremados, em média são 200 corpos cremados por dia na cidade sagrada.
Enquanto os corpos são cremados, seus familiares ficam ali junto com o corpo até virar cinzas, e então jogam os restos no famoso Rio Ganges, pois para os hindus isto libera a alma da reencarnação, ou faz com que está seja em uma vida muito melhor. Banhar - se no Rio Ganges para no Hinduísmo purifica os pecados.

Morte Para Os Hindus

Eles acreditam muito em reencarnação, que sua alma passa para o corpo de outra pessoa ou animal, mas isso dependerá de suas ações. Para eles prevalecem a Lei de Karma que consiste em tudo o que eles fazem, isso irá implicar no bem e no mal, tanto em outra vida como naquela própria. A chama de moksha, é o fim da alma e o renascimento. A roda de Samsara, é a roda do “bem”, só saímos delas, quando estivermos puros e atingirmos a iluminação. Quando a alma deles é libertada, ela volta para seu verdadeiro lar, onde não existe nascimento nem morte. A ideia da vida na terra, para eles é como um ciclo eterno de nascimento, morte e renascimento.

Números de adeptos no Brasil

Nazário (GO) – 0,48%
Palmeiras (BA) – 0,46%
Itapina (ES) – 0,14%
Lindolfo Collor (RS) – 0,14%
Bocaina de Minas (MG) – 0,13%
São Lourenço da Serra (SP) – 0,11%
Xambrê (PR) – 0,10%
Itanagra (BA) – 0,06%
Porto Calvo (AL) – 0,06%
Tiradentes (MG) – 0,06%

Referências

<http://manualdoturista.com.br/o-hinduismo/> Acesso em 12/05/2016.
<https://pt.wikipedia.org/wiki/Hindu%C3%ADsmo_no_Brasil> Acesso em 09/05/2016.
<http://religioes.home.sapo.pt/hinduismo.htm> Acesso em 10/05/2016.
<http://hinduismoterra.blogspot.com.br/2011/03/origem-do-hinduismo_28.html> Acesso em 10/05/2016.
<http://historiadomundo.uol.com.br/religioes/hinduismo.htm> Acesso em 09/05/2016.
<http://www.institutovivekananda.com.br/index.php?option=com_content&view=article&id=22:conhecendo-o-hinduismo&catid=2:professores&Itemid=21> Acesso em 10/05/2016.
<http://kromo-ssomos.blogspot.com.br/2010/12/simbolos-importantes-do-hinduismo.html> Acesso em 10/05/2016.
<https://pt.wikipedia.org/wiki/Templo_de_Akshardham> Acesso em 19/05/2016.

Sobre a Imagem

O Templo de Akshardham está situado em Nova Deli, Índia, sendo o maior templo hindu do mundo. Em média 3.000 voluntários e 7.000 artesões ajudaram a construir o templo. Foi inaugurado em 6 de novembro de 2005, e já atrai cerca de 70% de turistas. A religião hinduísta conta com diversos templos espalhados por sua região, o que costuma ser um ponto atrativo.

Autoria do verbete

Ana Luiza Detsch
Guedria Zanatto
Iasmin Castegnaro
Marina Caldart
Estudantes da turma EMITAI 2016 A

Salvo indicação em contrário, o conteúdo desta página é licenciado sob Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License