Gengibre
IMG-20150815-WA0010.jpg

O gengibre é uma planta herbácea da família das Zingiberaceae. É popularmente conhecido pelo seu uso culinário, e devido aos nutrientes que possui, proporciona inúmeros benefícios à saúde.


Origem

O gengibre é um vegetal nativo da Ásia: Ilha de Java, da Índia e da China utilizado na culinária e na medicina. Seu nome científico é Zingiber officinale e é também popularmente conhecido no Brasil como “mangarataia” ou “mangaratiá”.
Na Europa o gengibre já era conhecido desde tempos muito remotos, tendo sido levado por meio das Cruzadas (movimentos militares de inspiração cristã que partiram da Europa Ocidental em direção à Terra Santa - Palestina - entre os séculos XI e XIII). Após isso passou a ser muito importante na Europa, se tornando a especiaria mais procurada e comercializada (SOUZA, 2014).
Em Portugal há registro da sua presença desde o reinado de D. João III (1521-1557).
No Brasil, o gengibre foi introduzido pelos portugueses por volta do século XVI (DANTAS, 2015).


Características

Descrição da planta
Segundo Dantas (2015) “a planta pode medir até 1m de altura, possui folhas verde-escuras, caule grosso e subterrâneo, além de flores tubulares.”

20150816_100110%281%29.jpg

Imagem 2: Planta do gengibre. Fotografia dos autores. Local: Luzerna - SC.

20150816_100052%281%29.jpg

Imagem 3: Planta do gengibre. Fotografia dos autores. Local: Luzerna - SC.

“As flores em especial são hermafroditas, de cor amarelo-esverdeado […] e podem apresentar outras cores […] dependendo da espécie” (SOUZA, 2014).

20150816_100143%281%29.jpg

Imagem 4: Flor do gengibre seca. Fotografia dos autores. Local: Luzerna - SC.

A parte mais utilizada do gengibre é seu “caule grosso e subterrâneo”, denominado rizoma.

20150816_100011%281%29.jpg

Imagem 5: Caule subterrâneo (rizoma). Fotografia dos autores. Local: Luzerna - SC.

Crescimento
Segundo Martins (2011), no Brasil o gengibre é cultivado principalmente na faixa litorânea do Espírito do Santo, Santa Catarina, Paraná e no Sul de São Paulo, em razão das condições de clima e de solo mais adequados.
O solo deve ser fértil, leve, drenado, deve ser mantido sempre úmido, com pH ideal entre 4,3 e 7,5.


Compostos presentes

De acordo com o site Minha Vida (2015) “o gengibre apresenta uma substância chamada gingerol, dotada de propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias que protegem o organismo de bactérias e fungos”.
O óleo essencial do gengibre é rico nos componentes medicinais cafeno, felandreno, zingibereno e zingerona. A ação conjunta destas substâncias é a responsável pelas propriedades terapêuticas do gengibre.
O gengibre apresenta abundância de substâncias termogênicas que estimulam o metabolismo do organismo e intensificam a queima de gordura corporal. É também composto por vitamina B6, que tem por principal função no organismo auxiliar no metabolismo das proteínas e gorduras, além de ajudar na formação da hemoglobina (ZANIN, 2013).
É fonte de vitaminas A, C, E, magnésio, potássio, fósforo, sódio, silício, ferro, zinco, betacaroteno e cálcio.


Utilidades e benefícios

O gengibre representa vários benefícios terapêuticos: ação bactericida; é desintoxicante; melhora o desempenho do sistema circulatório, respiratório e digestivo; por ser um alimento termogênico é capaz de acelerar o metabolismo favorecendo assim a queima de gordura corporal.

  • Devido a sua ação anti-inflamatória e antibiótica a planta agrega a formulação de xaropes;
  • Seu óleo é eficaz no tratamento de queimaduras;
  • Estimula o olfato e paladar, tendo assim importante papel na dieta;
  • O chá de gengibre favorece a hidratação pois aumenta o consumo de líquidos, ajudando também a eliminar as toxinas;
  • É analgésico natural;
  • Eficaz contra afecções de garganta;
  • Contra náuseas e vômitos;
  • Ajuda a prevenir enjoos em viagens;
  • Acelera o metabolismo;
  • Afrodisíaco natural;
  • Alivia vários sintomas de intoxicação alimentar;
  • Previne as doenças cardiovasculares;
  • Alivia as cólicas menstruais;
  • Protege o organismo contra gripes e resfriados;
  • Contra gases intestinais (carminativa).

Remédios caseiros

Devido a seus múltiplos benefícios para a saúde, o gengibre é também considerado um medicamento. Vários estudos têm constatado a eficácia da planta para o tratamento de vários problemas de saúde, por isso diversos remédios caseiros levam gengibre em sua receita. Há mais de 2 mil anos a medicina chinesa recomenda-o para ajudar a curar e prevenir doenças.

  • Problemas estomacais

As propriedades presentes no gengibre podem ser usadas para diminuir a dor de estômago. Ajudam também a relaxar os músculos gastrointestinais, impedindo a formação de gases e do inchaço. Para usufruir de seus benefícios para o estômago basta comê-lo após as refeições.

  • Gripe

Consumir o gengibre várias vezes ao dia, em forma de chá ou apenas mastigando um pedacinho do seu caule. Você também pode ferver uma colher de chá de gengibre em pó ou duas colheres de chá de gengibre fresco ralado em dois copos de água e inalar o vapor para aliviar o congestionamento e outros sintomas associados com resfriados comuns (GUARNIERI, 2014).

  • Artrite

Para tratar a dor, basta aplicar duas vezes ao dia uma pasta de gengibre quente com açafrão na área afetada. Também há a opção de adicionar algumas gotas de óleo essencial de gengibre no banho, pois alivia dores musculares e nas articulações.

  • Cólica menstrual

O gengibre é um dos melhores remédios caseiros para a cólica menstrual. Pode ser utilizado em cápsulas, pó ou em chá para obter o alívio da dor.

  • Dor de dente

Morder um pedaço de rizoma na área afetada.


Remédios industrializados

Um dos principais medicamentos industrializados com gengibre em sua composição é a bala de gengibre para afecções de garganta. Abaixo dois deles:

bala%20geng%20rosa.jpg

Imagem 6: Bala de gengibre com guaco e mel. Fotografia dos autores.

bala%20geng%20verde%20%281%29.jpg

Imagem 7: Bala de gengibre com limão. Fotografia dos autores.


Receitas caseiras

  • Para diminuir a ansiedade:

Ingredientes:
- uma rodela de gengibre;
- casca de uma tangerina;
- funcho.
Preparo: Coloque os ingredientes com uma xícara de água e ferva por cinco minutos.
Tomar morno para não perder as propriedades medicinais.

  • Para dor de garganta/ gripe:

Ingredientes:
- gengibre;
- própolis;
- mel;
- guaco.
Preparo: Coloque os ingredientes com uma xícara de água e ferva por cinco minutos.
Tomar morno para não perder as propriedades medicinais.

*Receitas fornecidas por Dalva Regina Garghetti - especialista em fitoterapia brasileira e chinesa.

Sobre a imagem

Imagem 1(principal): Rizoma do gengibre, a parte mais utilizada. Fotografia dos autores.

Referências

1. APHORTESP (São Paulo). Gengibre. Disponível em: <http://www.aphortesp.com.br/gengibre.html>. Acesso em: 08 ago. 2015.
2. BENEFÍCIOS do gengibre para a mulher. Disponível em: <http://melhorcomsaude.com/beneficios-gengibre-mulher/>. Acesso em: 08 ago. 2015.
3. BRÜNING, Jaime. A saúde brota da natureza. Curitiba: Educa, 1985. 439 p.
4. COMO plantar gengibre. Disponível em: <http://hortas.info/como-plantar-gengibre>. Acesso em: 15 ago. 2015.
5. DANTAS, Tiago. Gengibre. Disponível em: <http://www.mundoeducacao.com/saude-bem-estar/gengibre.htm>. Acesso em: 08 ago. 2015.
6. GENGIBRE. Disponível em: <https://pt.wikipedia.org/wiki/Gengibre>. Acesso em: 07 ago. 2015.
7. GENGIBRE: raiz emagrecedora e anti-inflamatória. Disponível em: <http://www.minhavida.com.br/alimentacao/tudo-sobre/16281-gengibre-raiz-emagrecedora-e-anti-inflamato>. Acesso em: 06 ago. 2015.
8. GUARNIERI, Bruna. Conheça os melhores remédios caseiros feitos com gengibre. 2014. Disponível em: <http://doutissima.com.br/2014/11/10/conheca-os-melhores-remedios-caseiros-feitos-com-gengibre-14660529/>. Acesso em: 23 ago. 2015.
9. MARTINS, Ana. Gengibre. 2011. Disponível em: <http://tempodecrescermtc.blogspot.com.br/2011/04/gengibre.html>. Acesso em: 15 ago. 2015.
10. SOUZA, Gení Mafra. Gengibre: segredos desta antiga planta de cura. 2014. Disponível em: <http://magiadailha.blogspot.com.br/2013/05/gengibre-segredos-desta-antiga-planta.html>. Acesso em: 08 ago. 2015.
11. ZANIN, Tatiana. Benefícios do Gengibre. Disponível em: <http://www.tuasaude.com/beneficios-do-gengibre/>. Acesso em: 08 ago. 2015.
12. ZANIN, Tatiana. Função da Vitamina B6 (piridoxina). 2013. Disponível em: <http://www.tuasaude.com/funcao-da-vitamina-b6-piridoxina/>. Acesso em: 08 ago. 2015.

Autoria do verbete

Caroline Ferreira
Flávia Rosa de Andrade
Wolfgang Blödorn Mühbrandt

Estudantes da turma EMITST 2015

Salvo indicação em contrário, o conteúdo desta página é licenciado sob Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License